SLIPPERY: A energia do Hard/Heavy 80’s sem nem um pouco de saudosismo.

Por Écio Souza Diniz

Aqueles que ficam chorando que o bom Hard/Heavy dos anos 80 é hojeapenas mais um saudosismo, o fazem porque ainda precisam ampliar seus horizontes e ouvirem o que anda rolando atualmente no cenário mundial, sobretudo, o nacional. Os paulistas da SLIPPERY vieram mostrar que ainda é possível fazer um som criativo e energético calcado nesta grande  época do Rock/Metal. As músicas com refrãos fortes e grudentos, riffs marcantes, vocal rasgado, visual típico e letras sobre romances, perdas, velocidade e Rock and Roll, tudo isto faz parte do pacote que a SLIPPERYoferece. Para quem gosta de bandas clássicas como WHITESNAKE, ACCEPT, DEF LEPPARD, EUROPE, SCORPIONS, DOKKEN, entre outras, o som desses paulistas é um prato cheio. O Pólvora Zine bateu um papo com o guitarrista Kiko Shred e o baterista Rod Rodriguez para falar sobre o mundo que a cerca a banda.
 
Como surgiu a SLIPPERY?
 
Rod Rodriguez: A banda foi formada no final de 2003 com o intuito de tocar o Hard rock e o Heavy metal praticado nos anos 80. Começamos a tocar em bares de Campinas (SP) e região até lançarmos o nosso primeiro registro, o EP “Follow Your Dreams”, que nos abriu espaços para shows em outros estados e que nos deu a chance de abrir para nomes do calibre de JEFF SCOTT SOTO, JIMI JAMISON e L.A GUNS.
 
Em 2007 vocês lançaram o EP “Follow your dreams” (cuja música título também está presente no debut álbum, “First Blow” (2012). Como foi a recepção do público a ele?
 
Kiko Shred – Foi ótima! Se há uma coisa da qual não podemos reclamar é de falta de apoio de nossos fãs! As cópias que fizemos do EP “Follow your dreams” foram vendidas rapidamente, fizemos vários shows e todos com um público bem legal.
 
Agora em 2012 finalmente vocês lançaram o primeiro álbum, “First blow”, que é um trabalho que contém os melhores elementos do Hard rock/Heavy oitentista. Falem-nos sobre o processo de composição do álbum e como tem sido arecepção a ele tanto pelo público quanto a crítica especializada?

Kiko Shred –
Os cinco integrantes da SLIPPERY são fãs das bandas oitentistas tanto de Heavy Metal quantode Hard Rock,sendo assim essa fusão dos dois estilos transpareceram naturalmente nas nossas composições. A recepção do público e da mídia especializada tem sido muito positiva! Estamos sempre recebendo convites para festivais, shows, entrevistas, vinhetas de programas de radio e TV, etc. Em menos de um ano as cópias da primeira prensagem já estão se esgotando, tamanha a quantidade de fãs que conquistamos no Brasil e noexterior, principalmente Alemanha e Japão. Quem está no meio musical sabe como é complicado vender CDs hoje em dia, por isso nosso número de vendas é realmente expressivo. 
 
Como é a colaboração de cada membro na criação das músicas?
 
Kiko Shred – Geralmente o “esqueleto” da composição é mostrado por um integrante aos outros da banda, um integrante vem com a pedra bruta que vai sendo lapidada durante o processo de arranjos. Mas tem outras músicas que são compostas durante uma Jam, por exemplo, o que também fica muito legal! Principalmente para músicas que necessitam de uma energia a mais “ao vivo”, digamos assim.
 
Quais são as influências musicais que mais predominam na banda?
 
Rod Rodriguez – Não tem como eu citar uma ou duas bandas que nos influenciaram. São tantas que precisaria de um dia todo paracitá-las. Prefiro dizer que tanto o Hard rock quanto o Heavy metal feito na década de 80 são as principais referências para o som da SLIPPERY. Tentamos colocar elementos de cada estilo em cada som que compomos, isso sem contar as pitadas de AOR que é outro estilo que curtimos muito, mas claro que tudo isso com a pegada e a cara da SLIPPERY.
 
Vocês fizeram um ótimo show na quinta edição do Triumph of metal (Pouso Alegre-MG, 10/11/2012). O que vocês acharam daquele show? E como anda a agenda da banda?
 
Rod Rodriguez – Gostamos muito de ter participado do festival. Tivemos alguns contratempos, porém tudo foi superado pela energia do público que foi sensacional
Voltaremos aos shows de divulgação do álbum “First Blow somente em janeiro de 2013, pois o nosso baixista passou por um pequeno procedimento cirúrgico e estará liberado somente em janeiro.
 
O que vocês esperam para um futuro próximo?
 
Rod Rodriguez – Esperamos crescer cada vez mais como banda e angariar ainda mais fãs que são carentes desse estilo de som
 
A SLIPPERYtambém tem sido divulgada fora do país?
 
Rod Rodriguez – Sim, quem faz esse trabalho para a banda é o Eliton Tomasi da Som do Darma. Com essa parceria a banda vem crescendo no cenário internacional. Prova disso é que 70% dos CDs vendidos foram para a Europa e Japão.
 
Além da ótima ‘Follow your dreams’, “First blow” também apresenta outras músicas marcantes como ‘Slippery’, ‘Run for reaction’ e a balada ‘Two Young hearts’. Em um primeiro momento qual a reação que vocês visualizam nas pessoas perante essas músicas? Qual música vocês poderiam definir como uma música que caracteriza a banda?
 
Rod Rodriguez – Primeiramente o espanto de escutar algo do tipo nos dias de hoje e aextrema alegria de quem é fã do estilo em poder apreciar algo feito aqui no Brasil. Na minha opinião a ‘Follow your dreams’ seria essa música.
 
De onde surgiu a ideia de incluir um cover para a clássica ‘Night of the demon’ do DEMON?
 
Rod Rodriguez – É uma música que costumávamos tocar por diversão nos ensaios que acabou ficando muito legal na roupagem que fizemos, ai então entramos em contatocom o manager do DEMON, o Mike Stone, que nos autorizou a gravar e a lançar a música.
 
Para finalizar, deixem uma mensagem aos fãs do bom e velho Hard/Heavy.
 
Rod Rodriguez – Galera que não conhece a SLIPPERY procure conhecer! Vai te fazer viajar pelos anos 80 nos dias de hoje. Muito refrão, muita pegada e muito feeling! Vale muito a pena conhecer!

Mais Informações:

Adicionar aos favoritos o permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.