VINGADOR – Dark side (2013)


Com aproximadamente 14 anos de estrada o Vingador mostrou que adquiriu experiência suficiente para chegar de forma honrosa a este debut, pois o que há aqui são músicas inspiradas, repletas de vigor, constituindo em termos gerais um Thrash que pode agradar a muitos. As influências da NWOBHM e Metallica (dos primórdios) é nítida no decorrer do álbum, assim como o Speed metal. Logo na abertura, Tolerance demonstra o poderio sonoro com um Thrash afiado, seguida do excelente Speed contido nos riffs, solos e refrãos empolgantes de Have no fear, Hellstorm, e Yellow crewCircle of death não deixa por menos, alternando com destreza partes mais cadenciadas com outras mais rápidas. Também se destacam Morrendo de paz, cuja letra retrata a realidade do povo brasileiro (certamente estará entre as mais pedidas nos shows), a impiedosa Pestilence e Darkness is the only light…suicide the way (o começo lembra Sarcófago). Feito para ser ouvido de ponta a ponta. 
Nota: 9,0

Por Écio Souza Diniz

Faixas:
1-Tolerance
2-Hellstorm
3-Ashes off ire
4-Circle of death
5-Morrendo de paz
6-Have no fear
7-Dead nazi poem
8-Yellow crew
9-Pestilence
10-Darkness is the only light…suicide the way




Adicionar aos favoritos o permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.