ERIDANUS – Helltherapy (2013)


Neste debut, o Eridanus mostra ser um grupo promissor no cenário nacional, afinal bom gosto, feeling e técnica esses caras tem de sobra. Helltherapy é um trabalho de qualidade, seja na gravação ou arranjo das músicas. A experiência de Roger Fingle do Estúdio Nitro nos processos de gravação, mixagem e masterização, certamente também contribuiu bastante para o resultado final. O vocal de Thiago Lauer é um dos pontos altos do disco, e com o decorrer de mais tempo, acompanhado de aprimoramento de sua técnica, ele pode vir a cair nos gosto da mídia e público. De forma geral, todos executam de forma eficiente suas funções, o que também torna a audição agradável. Após uma breve e engraçada em Time for medication, a faixa titulo entra de forma rápida e pesada. Em Fell in lust os solos de guitarra são bem delineados, mas o melhor momento ocorre em Set on fire, com riffs solados empolgantes e um refrão grudento (a lá Axel Rudi Pell). Também se destacam, as baladas My mistakes e Echoes of my heart (uma linda balada, profunda e envolvente), e a pesada Welcome to my paradise (vida a letra inteligente). Se eu posso citar pontos fracos, eu diria a respeito da dinâmica de algumas músicas que poderia ter sido mais explorada, um pouco de cadência em excesso em alguns momentos e ordenação do set list.  O que falta ao Eridanus após Helltherapy é um bom investidor em sua música, tanto em termos de empresário quanto de selo. Nota: 7,5
Por Écio Souza Diniz
1-Time for medication
2-HellTherapy
3-Addicted man
4-Fell in lust
5-My mistakes
6-Set it on fire
7-Wind
8-Echoes of my heart
9-Welcome to my paradise

Adicionar aos favoritos o permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.