BHODUM – “Extremo”

 
Uma demonstração de brutalidade. Este é o termo que define este ótimo EP dos cariocas da BHODUM, que prima pela agressividade, se mostrando um dos melhores expoentes da cena Grindcore nacional atualmente, e pela qualidade técnica das composições. A faixa-título já abre o set list detonando tudo, e precede ‘Igreja nuclear’, uma crítica forte a alienação causada pela igreja, composta por riffs marcantes. Uma passagem ultrasônica pode ser ouvida em ‘Lembranças do Holocausto’, seguida de ‘Ódio’, com uma levada bem Crust e uma batera metrancada. A ‘S.C.C.’ é podre e veloz, dando uma boa ligação à bem sacada ‘Cego’. A mais marcante do EP é ‘Ordem do caos’ com refrão e riffs marcantes. ‘Rotina de sangue’ tem uma pegada firme, numa linha mais Death metal e ‘Jamais’ tem um andamento mais cadenciado no início que culmina em devastação sonora. Ao aproximar do fim do set list, temos ‘Coco’, a mais podre deste trabalho, e ‘Refem dos juros’, que lembra uma pegada meio DORSAL ATLÂNTICA e fecha com competência o EP. Os caras têm cacife pra vingarem na cena, só manterem o foco e já era!
Por Écio Souza Diniz

Independente (2011)
Faixas:
 
1-Extremo
2-Igreja nuclear
3-Lembranças do Holocausto
4-Odio
5-S.C.C.
6-Cego
7-Ordem do caos
8-Rotina de Sangue
9-Jamais
10-Coco
11-Refem dos juros
Adicionar aos favoritos o permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.