DEFYING – Nexus Artificial – 2014

 a0538626455_10

Formada em 2008, a banda polonesa Defying, atualmente formada Piotr Stępiński (vocal e guitarra), Rafał Warniełło (guitarra solo), Paweł Siemaszko (baixo) e Tomasz Semeniuk (bateria, sampling), despeja nesse seu debut Nexus Artificial (2014) uma carga de um bem produzido prog metal, comparável a trabalhos mais pesados e experimentais realizados pelo respeitável “Sir” Mikael Åkerfeldt com o Opeth e o Edge of Sanity. O disco todo é bom, todas as músicas estão conectadas, sendo preferível escutá-lo obedecendo à ordem das faixas, todavia, destacam-se: Newborn Sun (com seus quase 10 minutos); Portraits; a arrastada Prayers e Suppression. Ouvintes de prog metal com uma pegada mais pesada, vocês têm mais um bom registro em mãos, aperte o play e embarque numa viagem pelas origens da humanidade (aspecto lírico trabalhado no disco) em meio a experimentalismos produzidos por uma ampla gama de efeitos de guitarra, samples e arcos de violoncelo. Nota: 8,5

 Por Ramon Teixeira

 Faixas:

1-Dēmiourgós
2-Newborn Sun
3-Portraits
4-Prayers
5-Mismatch
6-Imitation
7-Ningma
8-Anaesthesia
9-Suppression
10-Ab originis

Adicionar aos favoritos o permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.