HILLBILLY RAWHIDE – Ten years on the road

tencd

Se você curte um bom Hillbilly, o típico som tocado por pessoas de zonas rurais montanhosas dos Estados Unidos, certamente irá gostar dos curitibanos do HILLBILLY RAWHIDE. Eles mesclam essa vertente Country com Rock primordial e Boogie woogie (Nota: vertente do Blues na qual era típico o uso sincopado da mão esquerda do piano) e aqui em Ten years on the road (2013), quinto álbum, eles celebram os seus até então 10 anos de estrada. O grupo formado atualmente por Mutant Cox (vocal, guitarra e violão), Mark Cleverson (violino e vocal), Joe Ferriday (piano e vocal), Osmar Cavera (baixo acústico), Juliano Cocktail (bateria e cajón) e Marcos Traad (harmônica (participação especial)) sem dúvida lhe garantiram boas doses de diversão por meio 13 músicas que irão lhe embalar uma agradável tarde com os amigos e bebendo uma gelada ou uma cachaça, especialmente se isso for feito num sítio. Dentre os destaques estão: Uma cerveja, uma cachaça e um remedinho, Drunk and stoned com sua pegada malandra de música de ‘Saloon’, Hillbilly treasure com uma pura atmosfera ‘Western’, a balada Fallin’ down again com suas belas bases de guitarra e levada suave, a irreverente Honky Tonky Lino’s, Cavaleiros da morte e sua guitarra com riffs de duelo e a hilária E agora, Johnny?. Gravação excelente, produção bem feita, profissionalismo de sobra e bastante alto astral. São estes fatores que tornam este disco tão legal. Ouça quantas vezes puder, o difícil é enjoar. Nota: 9,0 

Por Écio Souza Diniz

Faixas: 1-Bull beer theme / 2-Uma cerveja, uma cachaça e um remedinho / 3- Drunk and stoned / 4-Longe sem dinheiro / 5-Hillbilly treasure / 6- Cavaleiros da estrada / 7-Fallin’ down again /8-Honky Tonk Lino’s / 9-Lost and found / 10-Cavaleiros da morte / 11-Monkey’s cage / 12- Boogie woogie no hospital / 13-E agora, Johnny?

Adicionar aos favoritos o permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.