INSANE DRIVER – Insane Driver

insane-driver

Pela milésima vez repito: “a cena metálica nacional não deixa nada a dever para a europeia e norte-americana”. Os paulistanos do INSANE DRIVER exemplificam isso neste álbum de estreia. O som que executam tem uma pegada moderna, mas com características clássicas de bandas como METALLICA e PANTERA são mantidas e evidentes. Na realidade, a grande sacada do álbum é forma com a qual fazem uso de uma ótima técnica para a combinação de melodias com passagens de pegada mais forte, pesada e energética. A produção de forma geral foi bem feita, tanto nas músicas quanto na arte gráfica do encarte. No decorrer das 11 músicas, contando a abertura instrumental com Endless path, a dinâmica é bem estruturada e heterogênea, o que fornece boa diversidade sonora. Os destaques ficam a cargo de Firstly my breakfast, com uma pegada potente da bateria e boas doses de groove, Tide of fears com sua atmosfera densa, angustiante e ótimos solos bem colocados, além dela crescer em densidade, passando por atmosferas variadas. Uma levada semelhante pode ser notada em Buried thoughts, cujos solos dobrados marcam sua tônica. Mas se o que você curte mesmo é pedrada, Change e Today is sunday funcionam como bons arrastões, especialmente a última com os seus riffs afiados. A única coisa que soa um pouco demasiada aqui e acolá é o uso de coros acompanhando riffs de guitarra e quebra para andamentos mais lentos como em Faithless breath, mas nada que deprecie o valor do trabalho.  Sem dúvida essa rapaziada tem muito a oferecer, basta que se mantenham afiados para o próximo álbum e boas oportunidades pela frente os aguardam. Recomendo! Nota: 8,0

Por Écio Souza Diniz

Faixas: 1-Endless path / 2-The edge of lige / 3-Firstly my breakfast / 4-Tide of fears / 5- Buried thoughts / 6-Fallen dreams / 7-Change / 8-Today is Sunday /  9-Faithless breath / 10-Make decisions / 11-Tears of blood

Adicionar aos favoritos o permalink.

Os comentários estão encerrados.